Menu

A rádio do seu esporte favorito

Rádio Litoral Esportivo

Audiência pública discute queima de fogos em Bertioga

11 ABR 2017
11 de Abril de 2017

A população de Bertioga terá a chance de discutir se a Cidade deve ou não ter uma lei que proíba a venda e o uso de fogos sonoros. Uma audiência pública foi marcada para amanhã, a partir das 18 horas, na Câmara Municipal. Atualmente, Santos, São Vicente e Peruíbe têm leis nesse sentido e permitem apenas os fogos luminosos.

A audiência pública, que contará com representantes de ligas desportivas, setores turísticos, veterinários e órgãos de defesa dos animais, além da população em geral, foi confirmada ontem pelo presidente da Câmara, vereador Ney Lyra (PSDB).

“A proposta é discutir democraticamente esta questão. Sabemos que existem opiniões favoráveis e contrárias à proibição. Por isso, optamos por ouvir todos os lados, para que todos possam expor seus argumentos”, explicou Lyra.

Segundo ele, além da discussão sobre o tema, a audiência será importante para que se avalie como será feita a fiscalização e a aplicação de multa em quem vender ou fizer uso dos fogos conhecidos como tiro de canhão – que são apontados por alguns setores como prejudiciais aos animais e até às pessoas –, caso a lei seja aprovada.

Multa

Recentemente, os vereadores Valéria Bento (PMDB), Matheus Del Corso Rodrigues (DEM), Luiz Carlos Pacífico Júnior (Pros), Luís Henrique Capellini (PSD) e Antônio Carlos Ticianelli (PSDB) apresentaram conjuntamente o Projeto de Lei Municipal 03/17 prevendo a proibição para fogos de artifício, bombas morteiros, busca-pés e demais fogos ruidosos em eventos públicos e particulares na área urbana de Bertioga.

Fonte: A Tribuna Digital

Foto: Alberto Marques

Voltar


Tenha você também a sua rádio