Menu

A rádio do seu esporte favorito

Rádio Litoral Esportivo

São Paulo perde para o Atlético/MG e repete os mesmos erros tanto na defesa quanto no ataque

19 JUN 2017
19 de Junho de 2017

O São Paulo entra em campo com o retorno de Cueva e desfalcado ainda do seu melhor zagueiro Rodrigo Caio contundido, já o galo mineiro apesar do bom elenco em nomes esta na zona de rebaixamento, mas tem jogadores experientes que decidem como Robinho, Elias e Fred (machucado e não irá jogar) que podem ajudar o time a sair da rabeira.

   Começa o jogo e o São Paulo vem para cima do Atlético e logo no primeiro minuto com o lateral Junior Tavares enfiando para o centroavante Lucas Pratto que a zaga tira ,na continuação, Cueva insiste e a defesa afasta para fora. Escanteio para o tricolor que o meia bate e Militão desvia de cabeça para fora.  

  O São Paulo aciona jovem lateral esquerdo Junior Tavares e Cueva distribui no meio de campo os passes. Já a defesa não passa firmeza e aos 8 minutos numa bobeada do meio de campo e da zaga que Robinho aproveita e vem com a bola e toca para equatoriano Cazares que deixa a bola quicar para chutar de fora da área com força para o gol de Renan Ribeiro fazendo 1 a 0 para o galo mineiro.

  O Atlético mineiro começar a gostar do jogo querendo sua recuperação e puxa contragolpe aos 18 com Elias tocando para Robinho que pega de primeira, mas chuta a esquerda do goleiro São Paulino. Logo depois sai de campo Pratto com corte no supercilio   e recebe atendimento médico para estancar sangue em jogada que se chocou com o zagueiro mineiro Leonardo Silva.

  O São Paulo troca muitos passes na defesa e o treinador Rogério Ceni pede a Pratto velocidade, o avante argentino é guerreiro e volta com uma faixa na cabeça, Ceni insiste com Cícero e Wellington Nem, que não têm jogando bem a vários jogos, e Cueva também leva cartão amarelo. Marcinho vem sendo o melhor em campo e Jucilei marca bem e passa bem, no entanto o tricolor paulista é o time do “quase gol”.

  O galo mineiro é mais incisivo e termina vencendo o primeiro tempo por 1 a 0 e a torcida do São Paulo insatisfeita vaia o time até porque o time em casa estava invicto e sem tomar gols, além de ganhar em casa ser uma obrigação para as pretensões do tricolor paulista.

Começa o segundo tempo e Rogerio Ceni troca Wellington Nem por Thiago Mendes e o time vem com outra roupagem tática e logo vem para cima e empata o jogo com Marcinho que vem sendo o melhor jogador São Paulino num excelente passe de Junior Tavares para ele que chuta rasteiro na saída de Victor 1 a 1.O gol saiu com quase minuto bem rápido o que pode dar folego ao time do Morumbi.

  O segundo tempo é outro jogo mais rápido e aguerrido principalmente pelo São Paulo, mas o Atlético pela qualidade de seus jogadores e vacilos do esquema defensivo tricolor também leva perigo como aos 3 com Cazares de novo em jogada parecida com o gol. Pratto mesmo de touca esbanja garra e dátrabalho à defesa do seu ex time.

  O tricolor do Morumbi joga melhor no segundo tempo que o Galo mineiro e pede pênalti no lateral Júnior Tavares por suposto toque de Alex Silva nele dentro da área aos 11 que o árbitro não deu e amarelou Tavares por reclamação, já pelos lados do Atlético Luan entra no lugar de Robinho para dar gás ao time que está recuado e acuado em seu campo e o São Paulo perde uma série de gols com Marcinho aos 17, Cueva aos 25 e a torcida São Paulina pede a entrada de Gilberto. A partir dos 30 a partida dá uma esfriadatudo que o galo quer e no tricolor paulista Marcinho dá trabalho caindo pelo esquerdo.

E aos 35 o Atlético mineiro fez 2 a 1 num vacilo do zagueiro Lucão que foi tirar a bola e deu um passe de presente para o centroavante Rafael Moura, o He Man que toca na saída de Renan Ribeiro. Aí depois do gol que Rogerio Ceni resolve colocar o artilheiro Gilberto no lugar de Cícero que não vem jogando bem.

  O São Paulo continua a tocar no meio de campo com Jucilei e Thiago Mendes para tentar abrir espaços e o galo se fechou e terminou o jogo vencendo indo para 9 pontos e saindo do Z4, o São Paulo sai de campo vaiado manteve se com 10 pontos e despencou para 14ª.

  O São Paulo repete os meus erros com a defesa falhando e muito fraca e o ataque abusando de perder gol na última bola de finalização e agora tentará em Curitiba vencer o Atlético-PR em ascensão e parada dura além de não jogar bem por aqueles lados muitos brasileiros ou não tem sorte.

 

 

Voltar


Tenha você também a sua rádio